Cidade Évora

 

ÉVORA –  “CODECISÃO E SISTEMAS PARTILHADOS”, Conferência 24 Novembro 2015

Cidade Évora – Cidade Anfitriã

Pela sua localização, Évora constitui-se como espaço charneira entre o litoral alentejano e a Estremadura espanhola. De facto, a plataforma portuária de Sines assegura o transporte marítimo de cargas entre o sul e o norte da Europa, bem como o acesso rodoviário (pelas vias IC33, IP2 e A6) a toda a Europa, através da cidade-porta de Elvas. Admite-se que esta dinâmica seja reforçada no futuro através do corredor ferroviário da LTM (Linha de transporte de Mercadorias).

Pela sua dimensão, centralidade e visibilidade no contexto nacional, Évora emerge como o pólo com melhores condições para liderar a hierarquia do sistema urbano regional. Com efeito, a cidade assume claramente uma vocação patrimonial, cultural, universitária, e de serviços, com qualidade ambiental, que procura potenciar toda a área envolvente à própria cidade.

 

Local: Palácio D.Manuel I, Évora

A Conferência decorrerá no Salão do Paço de D. Manuel I, espaço histórico da cidade de Évora.

Haverá lugares de estacionamento disponíveis nas imediações.

palacio00
Indicações para chegar a Évora:

Rodoviária:

De Lisboa – 135 Km (1h15m de duração média da viagem)
Em função da sua posição geográfica dentro da cidade de Lisboa, poderá optar pela Ponte 25 de Abril (A2) ou Ponte Vasco da Gama (A12). Se optar por esta última, após cerca de 40 Kms percorridos, terá que mudar para a A2 (não seguindo em direcção a Setúbal). Um pouco mais à frente (20 Km) terá que abandonar a A2 e seguir pela A6 em direcção a Évora. Após 59 Kms percorridos na A6 deverá sair na indicação para Évora e seguir mais 12 Kms pela N114 até chegar à cidade.

Do Norte (Porto) – 375 Km (4h de duração média da viagem)
Com a abertura da A13, ligação entre Almeirim e o nó da A2/A6 na Marateca, deixou de ser necessária a passagem por Lisboa para que se faça a viagem do norte do país até Évora sempre em auto-estrada. Com efeito, na saída da A1 de Santarém deverá seguir para o IC10 e, posteriormente, perto de Almeirim, para a A13. No nó da Marateca deve virar para a A6 em direcção a Évora.
Um caminho um pouco mais curto (mas mais moroso) passa por tomar a EN114 à saída do IC10 e seguir sempre na Estrada Nacional.

Do Algarve (Faro) – 225 Km (2h30m de duração média da viagem)
Terá que apanhar a ligação entre a Via do Infante (A22) e a A2 em direcção a Lisboa. Na A2, perto de Ourique, deverá tomar o desvio para o IP2/N18 em direcção a Beja e seguir nessa estrada até Évora.

 

 

 

Fonte: Câmara Municipal de Évora / Turismo/ Wikipedia/